Pandemia: 5 coisas que você fez ou ainda vai fazer

Pandemia: 5 coisas que você fez ou ainda vai fazer

Para se protegerem contra a Covid-19, as pessoas tiveram que modificar o “modo de fazer” de diversas tarefas diárias. E apesar das diferenças e particularidades que carregamos, algumas mudanças de hábitos na pandemia foram comuns a muitos de nós. 

Com a necessidade óbvia de adaptação, equipamentos e tecnologias se tornaram indispensáveis em casas e empresas, impulsionando uma transformação tecnológica sem precedentes, em um curto espaço de tempo.

Alguns desses hábitos e equipamentos, mesmo que você nem tenha parado para refletir, talvez já tenham sido incorporados à sua rotina. Acompanhe o texto e verifique quais deles fizeram ou ainda farão parte da sua realidade. 

1. Fez home office

Um dos setores onde a transformação aconteceu de forma mais urgente foi o profissional. Empresas e escritórios tiveram que se adaptar praticamente de um dia para o outro a um modelo de trabalho a distância.

A internet se tornou ainda mais fundamental. Segundo dados da Anatel, desde março de 2020, período que iniciou a quarentena no Brasil, o número de acessos à banda larga fixa registrou aumentos constantes, passando de 33,2 para 36,3 milhões em março de 2021. Com isso, as pessoas passaram a sentir necessidade de equipamentos mais potentes e profissionais, para poder atender a demanda de trabalho, estudos e lazer dentro da própria casa. 

Repetidores e roteadores, que ajudam a melhorar a distribuição de sinal Wi-Fi, são exemplos de aparelhos que contribuíram e continuam contribuindo para um home office eficiente.

Sem falar nas reuniões por videochamada, que foram incorporadas como nunca na rotina de trabalho. Com elas, você talvez tenha descoberto que o fone de ouvido do celular não tem o mesmo desempenho que um headset capaz de reduzir ruídos (conjunto de fone de ouvido com microfone acoplado) e que para uma imagem de alta qualidade, o ideal seria comprar uma webcam Full HD.

Assim, mesmo as pessoas que retornaram às atividades profissionais presencialmente, perceberam que a sala de videoconferência na empresa passou a ser muito mais utilizada.

2. Assistiu várias lives, filmes e séries

As lives ocuparam a agenda de muita gente nos primeiros meses da pandemia, mas com o passar dos meses, quem ganhou força foram as plataformas de streaming com novas séries e filmes.

O famoso cinema em casa com a família, tornou-se um hábito bem frequente na vida dos brasileiros, e com isso, o interesse em investir em equipamentos que tragam mais conforto e qualidade para esses momentos.

Para alcançar esse objetivo, entram em cena os dispositivos para casas inteligentes, capazes de modificar a climatização e a iluminação da sala de estar para o saudoso ambiente de cinema.

Mesmo que você tenha uma televisão tradicional, sem função smart, é possível adicionar funcionalidades antes encontradas apenas nas Smart TVs, como acesso ao Youtube e Netflix. O produto capaz de entregar esse benefício é o Smart Box TV, que ainda pode ser operado por comandos de voz através do Google Assistente.

Várias outras tecnologias podem trazer conforto para a residência por trabalharem com dispositivos inteligentes e conectados entre si. É uma realidade que vem trazendo cada vez mais praticidade e comodidade às famílias.

3. Adotou rotina de exercícios em casa

Não importa se você começou com força total na primeira semana, parou na segunda e retomou o treino há alguns dias, provavelmente, em algum momento, seu corpo deve ter cogitado a possibilidade de se movimentar.

Para você ter ideia, nos últimos 12 meses, o termo “exercícios para fazer em casa” teve uma média mensal de 27.100 buscas. Não à toa, ele esteve entre as principais pesquisas do ano de 2020 na internet, segundo dados do Google Trends. Para isso, além de equipamentos próprios para a realização de treinos, muita gente recorreu às aulas online – fossem gravadas ou feitas ao vivo por meio da tão utilizada videochamada.

Aos poucos, quem conseguiu voltar para a academia, percebeu a diferença nos protocolos de segurança e prevenção. O acesso feito com aparelhos capazes de medir temperatura, disponibilização de álcool gel e o cuidado para evitar aglomerações, aspectos que antes eram novidade foram incorporados ao nosso dia a dia.

4. Aumentou os pedidos de serviços de entrega

Seja para deliverys de comida, compra de produtos online, ou até mesmo despacho de documentos, essa foi uma das mudanças de hábitos na pandemia mais notáveis e que tende a perdurar mesmo num cenário pós-pandemia.

Com esse novo costume, o aumento no número de pessoas batendo à nossa porta se tornou inevitável. Assim, é preciso pensar na segurança pessoal em razão da pandemia e também na patrimonial, pois sabemos que a entrega de algo pode ser usada como pretexto por outras pessoas má intencionadas.

Hoje em dia existem inúmeros equipamentos que trazem mais tranquilidade nesse quesito. As câmeras de segurança, podem ser encontradas em modelos e características variadas, adaptando-se desde a arquitetura da sua casa até a tecnologia que você procura.

Outro grande aliado na hora de se sentir seguro são as fechaduras eletrônicas e os videoporteiros, que tem como função básica, liberar ou bloquear automaticamente a entrada de pessoas e veículos nos ambientes. Produtos com sistema de voz e vídeo permitem que você possa ver e conversar com a pessoa antes de liberar o acesso.

As trancas das portas e portões também podem ser abertas através de controladores de acesso com reconhecimento facial, evitando assim contato com a superfície e o infortúnio de chaves perdidas.

5. Encontrou novas formas de se manter próximo às pessoas especiais

Com o isolamento social, o aperto de mão e o abraço foram substituídos por sorrisos à distância, muitos deles dados através da tela de um smartphone ou computador. E mais uma vez as videochamadas entraram em ação.

Além de serem usadas para reuniões, prática de exercícios, consultas médicas e aulas online, elas têm servido para amenizar a saudade de parentes e amigos.

Da mesma forma, os filmes e happy hours online têm garantido a diversão da família nos momentos de descanso e finais de semana. Exigindo dessa forma um uso quase que constante da tecnologia, principalmente, internet de qualidade e equipamentos que garantam uma residência com diversas conexões simultâneas.

Mudanças de hábitos na pandemia

O uso da tecnologia, que já ocupava espaço em nossas vidas, tornou-se imprescindível. A necessidade de ter uma casa bem equipada não é mais sinônimo de luxo, mas sim, de segurança para poder trabalhar, estudar e ter momentos de lazer com qualidade.

E você, quais foram suas mudanças de hábitos na pandemia? O que tem usado de tecnologia para poder cumprir seus compromissos e se distrair? Comente! 

Acesse as nossas redes sociais (FacebookInstagram  e Twitter) e continue acompanhando as publicações do Blog.

Gostou? Compartilhe com os amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir no Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá,
Podemos lhe ajudar?